A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA

A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA E O PALÁCIO DA ALVORADA: OS LEGADOS DE JOSÉ APARECIDO DE OLIVEIRA E MICHEL TEMER

É do conhecimento de poucos brasileiros que JK não terminou a construção de Brasília, que ficou inacabada até a gestão do governador José Aparecido de Oliveira que chamou Niemayer de volta e concluiu a Capital Federal. Igualmente, Aparecido conseguiu um feito único no mundo: o TOMBAMENTO de Brasília como Patrimônio da Humanidade. Foi a única capital do mundo que com pouquíssimos anos de vida ganhou tal distinção. A gestão de José Aparecido como governador do DF trouxe muito da faceta eclética que marca hoje a Capital. José Aparecido foi o primeiro ministro da Cultura do Brasil pós regime militar e era homem de vasto saber e cultura, amigo de Portugal, mecenas incansável da cultura. Juntamente com o filósofo Agostinho da Silva, criou o Instituto Internacional de Língua Portuguesa e depois a Comunidade dos Povos de Língua Portuguesa, descaracterizada nos governos seguintes.

Igualmente é do conhecimento de poucos que há muitos anos os professores de Arquitetura da UnB alertam as autoridades do DF e não só para a necessária recuperação e restauro do Plano Piloto, pois, entre outras demandas, o concreto armado da Capital está aos frangalhos e Brasília corre, literalmente, o risco de ruir.

Na esteira da recuperação do Patrimônio de Brasília, Michel Temer igualmente deixa um legado digno de crédito. “Depois do impeachment de Dilma Rousseff, Michel Temer teve uma rápida passagem pela residência oficial da Presidência da República, mas preferiu voltar para o Palácio do Jaburu, destinado ao vice – que permitiu o belo trabalho de recuperação da história do Palácio da Alvorada, comandado pela Diretoria de Documentação Histórica da Presidência da República, a DDH. Autorizada por Michel Temer, a equipe montou uma Comissão de Curadoria para restaurar o palácio como nos planos originais do autor e da decoradora oficial do projeto, a filha Anna Maria Niemeyer. Esta é a primeira tentativa, desde a construção do edifício, de manter os móveis como foram inseridos originalmente […]”

Link para artigo Casa Vogue sobre restauro Palácio da Alvorada

6 de janeiro de 2019

0 responses on "A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

topo
X