AI FLORES DE VERDE PINO – cantiga trovadoresca – Loryel Rocha

AI FLORES DE VERDE PINO

Música trovadoresca composta pelo Rei D. Dinis de Portugal. Como autor é o mais fecundo de todos os trovadores portugueses, com um total de 137 composições.
Trata-se de uma Cantiga de Amigo, onde a voz de uma mulher está a falar ao seu amado. A mulher dirige-se às flores perguntando se sabem notícias do amado, com quem teria combinado um encontro. Marcada pela ansiedade a mulher pensa que o amado faltará ao combinado. Nas últimas estrofes as flores respondem que o amado virá e cumprirá o prometido.
A voz é da cantora galega Helena de Alfonso, e esta canção foi publicada no primeiro disco do grupo «Barahunda» em 2002.
LETRA
Ai flores, ai flores do verde pinho,
se sabedes novas do meu amigo?
Ai Deus, e u é?
Ai flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado?
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs comigo?
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amado,
aquel que mentiu do qui mi há jurado?
Ai Deus, e u é?
Vós me perguntardes polo voss’amigo,
e eu bem vos digo que é sã’e vivo.
Ai Deus, e u é?
Vós me perguntardes polo voss’amado,
e eu bem vos digo que é viv’e são.
Ai Deus, e u é?
E eu bem vos digo que é sã’e vivo
e seera vosc’ant’o prazo saído.
Ai Deus, e u é?
E eu bem vos digo que é viv’ e são
e seera vosc’ant’o prazo passado
Ai Deus, e u é?

2 de fevereiro de 2017

3 responses on "AI FLORES DE VERDE PINO - cantiga trovadoresca - Loryel Rocha"

  1. O autor da cantiga é um dos famosos trovadores portugueses,o rei D.Dinis. Ele se desdobra num eu lírico que traduz os sentimentos do homem ou da mulher?

  2. de uma mulher apesar de que todos os textos são escritos por homens naquela epoca

  3. textos trovadorescos!!!!!!

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

topo
X