• IMUB

A “DIREITA” BRASILEIRA E A TRAGÉDIA DA FALTA DE ESTUDO



Esse post é a prova concreta de que o brasileiro cria os conceitos que quer, inventa da sua cabeça e investe ferozmente contra a verdade. DIREITA é um termo que só pode ser usado em relação à ESQUERDA, ou seja, é a dupla face de UMA (1) MESMA MOEDA, são ambos conceitos da ESQUERDA e que só podem ser aplicados à ESQUERDA. Ademais criaram uma nova tipologia política (esquerda) e colocaram o nazismo junto com ela. Em verdade o correto é afirmar que há 3 tipos de esquerda: NAZISMO, FASCISMO E COMUNISMO. Por conseguinte, sequer as colunas aqui expressam alguma realidade.

O modelo que se opõe a esse esquema é CONSERVADOR. Usar os termos que a esquerda criou para se diferenciar dela é a prova inconteste de que a mentalidade não esquerdista já está dominada e submetida pelos critérios da educação gramsciana. Enquanto a suposta “direita” brasileira continuar achando que ESTUDAR à SÉRIO é coisa de almofadinhas e intelectuais desocupados o resultado será sempre agir como massa de manobra daqueles que ACHA que combate. A ignorância no Brasil está cada vez mais atrevida e parece que não quer curar-se de sua demência resultante da falta de ESTUDO.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O PAPEL DE LULA NO CONTROLE DA ESQUERDA

Carlos Vereza (2006) no programa Jô Soares afirma uma verdade insofismável: “O Lula é uma cria da USP, das Comunidades Eclesiais de Base e do Gen. Golbery do Couto e Silva”. Confirma um dado important

A MAÇONARIA NO CÓDIGO DE DIREITO CANÔNICO DE 1917

A Maçonaria, lançada oficialmente, em 1717 nasce com uma tripla missão: derrubar a relação entre o Trono e o Altar e implantar a República Maçônica Universal.  Tal missão, em suma, visava simplesmente