Projetos Concluídos

 

Nossos projetos são focados na Cultura Oral e Simbólica Tradicional dos povos falantes de Língua Portuguesa conjugando criatividade de vanguarda e inovação radical para revitalizar saberes orais e tradicionais de modo interdisciplinar.

II Edição da Festa da Língua – Mostra Cultores e Cantares da Língua Portuguesa

03 e 04 de junho em Mafra, Portugal

A Festa da Língua nasce de uma parceria entre o Instituto Mukharajj Brasillan e a Associação 10pt – Criação Lusófona e o Festival da Cultura Lusófona, em Portugal. Ambas as organizações possuem um histórico de projetos dedicados à luso-afro-brasilidade.

A Festa da Língua — Mostra Cultores e Cantares da Língua Portuguesa —tem como eixo norteador sustentar-se sobre o espírito da Língua e no gênio da Língua, notadamente da Língua Portuguesa, bem como sobre as práxis do filósofo e pedagogo Agostinho da Silva e do diplomata e humanista José Aparecido de Oliveira. Ao voltar-se para os seus cultores e cantares, propõe uma concertação artístico-cultural delineada à maneira agostiniana e ao modo humanista de José Aparecido sob a proposição de que os vôos altíssimos da alma só se fazem possíveis quando à intelectualidade elevada se alia ao amor sublime.

Em Portugal, toda a região do Alentejo aderiu e em outros lugares luso-falantes, cuja coordenação está a cargo do Festival da Cultura Lusófona, sob a direção de Armando Jorge Silva. No Brasil, o Instituto Mukharajj Brasilan coordena uma ação conjunta com várias organizações nos vários estados mencionados acima. Um mesmo ideal é celebrado por estas iniciativas.

Tem como objetivo apresentar, aproximar e divulgar a riqueza mítico-espiritual dos povos falantes de Língua Portuguesa, com uma atenção muito especial ao Brasil nesta edição. Entendemos que a Cultura Oral e Simbólica Tradicional constitui um dos pilares e sustentáculos do espírito e do gênio da Língua, notadamente da Língua Portuguesa.

Nossa ideia é, essencialmente, fazer valer — na pluralidade dos passados possíveis e na unicidade hic et nunc da cultura contemporânea — a existência fraterna e igualitária entre os povos falantes da Língua Portuguesa e o caráter plural, miscigenado, das gentes brasileiras acolhidas todas as diversidades sem os inconvenientes da incerteza e da fome, sem correr os riscos da iliteracia.
Agostinho da Silva reiteradamente ressaltou a necessidade de projetos (o que são muito tópicos, porque realizáveis) para a construção de uma melhor futura-Idade para o Brasil e o mundo luso-falante. Projetos que se sustentam na Língua e na Cultura Portuguesa. Isto porque, o futuro dos Povos Falantes de Língua Portuguesa será, tão-só, o futuro da sua Cultura, da sua História, da sua Identidade e da sua Língua. Nesta medida, aqueles que mais garantem o nosso Futuro são aqueles que mais cultivam a nossa Língua, aqueles que mais cultuam a nossa Arte e cantam a nossa Cultura.

De forma bem clara, nosso propósito é promover uma aproximação e diálogo entre as várias culturas que usam, partilham e convivem com esta mestiça língua. Nesta edição zero do evento, com um painel composto sobretudo por personalidades da cultura brasileira, iremos refletir sobre esta diversidade brasileira, que nos levará a revisitar as influências determinantes que Portugal, África e as culturas indígenas americanas tiveram na formação de uma alteridade brasileira.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

O tricentenário município de Conceição do Mato Dentro, um dos mais antigos núcleos urbanos de Minas Gerais, resguarda importantes patrimônios culturais que registram a ocupação e a história nesta região da Serra do Espinhaço, dentre eles a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Comida de Santo

Comida de Santo é o nome de um restaurante especializado em comida afro-brasileira que a poetisa, folclorista e Conselheira do Instituto Mukhrajj Brasilan, Anna Maria Dutra de Menezes de Carvalho (in memoriam) abriu em Lisboa nos idos da década de 1980, encantando Portugal com os sabores marcantes e mágicos da culinária baiana, herdeira dos sabores e saberes dos Terreiros de Candomblé.

I Seminário Sobre o Imaginário Luso-Afro-Brasileiro

O primeiro “Seminário sobre O Imaginário Luso-Afro-Brasileiro” fez parte das Comemorações dos 50 Anos da Universidade de Brasília.  Idealizado e realizado por uma equipe multidisciplinar e coordenado pela Profa. Dra. Chenia Rocha Figueiredo Ávila, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU-UnB), apresentou a riqueza da tradição mítico-espiritual de Portugal e do Brasil.

Seminário Ordem do Templo e Templarismos

O Seminário A Ordem do Templo e Templarismos, de Manuel J. Gandra, percorreu vários Estados brasileiros (RJ, DF, MG, BA), e foi acompanhado de palestras cujos assuntos versaram sobre distintas temáticas que abordaram questões relativas à cultura dos povos falantes da Língua Portuguesa.

Outros Projetos

Livro – História Viva, Conceição do Mato Dentro, patrocínio Anglo Ferrous, 2012.

Livro – História Viva, Morro do Pilar, patrocínio Manabi, 2015.

Livro – Marcas do Sagrado- Inovação em Turismo Sócio-Ambiental, Cultural e Espiritual, patrocínio Sebrae, 2014.

ON-TALKS- 1 0 Congresso Internacional de Qualidade do Tempo, 23 a 29 de Novembro de 2015, Belo Horizonte/MG.

Colóquio Internacional António Quadros, 5 de Junho de 2013, Real Gabinete Português de Leitura, Rio de Janeiro/RJ.

Seminário Permanente de Filosofia e Culturas de Língua Portuguesa, 10 de Abril de 2013, Instituto de Filosofia da FLUP (Faculdade de Letras da Universidade do Porto).

Fundaçom Meendinho, 8 de Abril de 2013, Pontevedra, Galiza, Espanha.

Círculo António Telmo, Sesimbra- Apresentação da Revista Nova Águia, Vol.13, 2013.

Festa da Língua-Mostra Cultores e Cantares da Língua Portuguesa, 2014

Comida de Santo I e II, 2014

I Congresso da Cidadania Lusófona, 16 de Abril de 2013, Sociedade de Geografia de Lisboa.

II Congresso da Cidadania Lusófona, 16 de Abril de 2014, Sociedade de Geografia de Lisboa.

Seminário -Da “História Secreta de Portugal” ao “Brasil Oculto” – Congeminações em Sintra, 14 de Abril de 2013

Conclave de Brasília Para a Democracia, 26 de Abril de 2016, Auditório Nereu Ramos, Câmara dos Deputados, Brasília/DF

1 0 Concurso de Poesia- VII Encontro de Culturas Populares do Bonito/GO, 17 de Julho a 17 de Agosto de 2014.

Apoio- FUI? Dona Mulata e Triunfo, realização 10pt-Criação Lusófona

Rotas do Sagrado- Viagens de Conhecimento Portugal-Brasil

Webrádio Rádio Cultura On-Line Brasil: Culturas e Identidades- História e Tradição Luso-Afro- Brasileira; A República

topo